Pedido

BOAS LEITURAS!!!

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

"Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban" de J.K. Rowling

Nº de páginas: 341
Preço (Bertrand): 11,61€
Editora: Editorial Presença
Colecção: Estrela do Mar
Ano de lançamento: 2000

“Faltavam ainda algumas semanas para o fim de mais umas horrendas férias de Verão com os Dursleys, quando Harry ouve a triste notícia da vinda da detestável tia Marge! Quebrando as leis de Hogwarts, Harry não resiste a usar os seus poderes de feiticeiro e acaba por abandonar a casa dos tios, deixando a perplexa tia Marge a flutuar junto ao tecto da cozinha dos Dursleys… Mas este terceiro ano de Harry Potter na Escola de Magia e Feitiçaria esconde perigos insuspeitados. De Azkaban, a prisão-forte para feiticeiros, evade-se o prisioneiro mais temido, Sirius Black, que muitos dizem ser fiel servidor de Voldemort, o Senhor das Trevas. E por que repetiria ele, durante o sono, a frase: «Ele está em Hogwarts»? Estaria a referir-se a Harry Potter? Tudo indica que sim. O nosso herói não está a salvo nem mesmo dentro das paredes da Escola, agora que o lado negro está a reunir as suas forças. A atmosfera em Hogwarts torna-se cada vez mais tensa. Quem é, afinal, Sirius Black? Por que é que os Dementors, os guardas de Azkaban, têm um efeito tão devastador sobre Harry? Haverá realmente um traidor entre os seus amigos de Hogwarts? A cada nova aventura, Harry enfrenta forças mais poderosas, a cada nova aventura, levanta-se um pouco mais o véu que esconde os mistérios da sua família…”

O meu comentário:

O terceiro livro de uma das colecções mais famosas e interessantes de sempre!
Depois de J.K. Rowling ter revolucionado o Mundo com o primeiro e segundo volume das aventuras do jovem feiticeiro Harry Potter, o rapaz que sobreviveu, chega-nos um novo livro onde o protagonista e os seus melhores amigos já estão um pouco mais velhos e têm de ultrapassar algo muito importante do passado do herdeiro dos Potter...
Este novo ano em Hogwarts tem início e os alunos ficam perplexos com a nova notícia: os campos escolares serão vigiados por Dementors, umas tenebrosas criaturas que sugam a felicidade e são os guardas da Prisão dos Feiticeiros (Azkaban).
Quem fica mais constrangido com o anúncio de Dumbledore é Harry pois, no Expresso de Hogwarts, quando se encontrava a caminho, teve um encontro com uma destas criaturas que o deixou inconsciente e que o assustou um pouco.
Perguntam-se vocês qual será verdadeira razão que leva a estas medidas de prevenção… A resposta é mesmo muito fácil: Sirius Black, um perigoso feiticeiro, fugiu de Azkaban onde se encontrava há treze anos e pensa-se que tenta encontrar Harry.
A explicação para isto é simples: tal como Lupin, o novo professor de Defesa Contra as Artes Negra, Black era um dos melhores amigos de James, o pai do pobre órfão. Potter até o chegou a escolher para ser padrinho do seu filho e pediu-lhe para colaborar num feitiço com o intuito dos três Potter’s esconderem a sua localização de Voldemort, sendo ele assim o único de fora a saber.
Aquilo se diz entre os feiticeiros é que Sirius tratava-se de um Devorador da Morte que traiu os seus amigos ao ir dar a sua localização ao Senhor das Trevas, o que provocou a sua morte. Não fosse só isso, Sirius também matou outro dos seus amigos de escola em frente de Muggles restando só um dedo.
O pior de tudo é que ele agora vem atrás de Harry para acabar com o que começou…
Apesar de ser a aventura que gosto menos da saga acho que vale mesmo a pena desfrutar do livro. Principalmente porque, à medida que nos vamos aproximando do fim, os livros vão ficando mais importantes e próximos de podermos desvendar coisas muito importantes do passado de Harry.

“Esta é uma história mágica, recheada de fantasia e encantamento, de aventuras misteriosas e de perigos arrepiantes, de criaturas sobrenaturais e de surpresas divertidas que está a enfeitiçar as crianças… e também a gente mais adulta, um pouco por todo o mundo”

Sem comentários:

Publicar um comentário