Pedido

BOAS LEITURAS!!!

sábado, 4 de setembro de 2010

Crónicas Vampíricas - "Damon, o Regresso" de L.J. Smith

Nº de páginas: 399
Preço (Bertrand): 16,97€
Editora: Planeta
Ano de lançamento: 2010

“Elena Gilbert está viva… outra vez, mas agora não é apenas humana. Possui poderes e dons que lhe foram conferidos no Além. E no seu sangue circula uma força única e assombrosa que a toma irresistível para qualquer vampiro.
Stefan deixou uma entrada no diário de Elena que abala o seu mundo.
«Minha querida Elena:
Sabia que virias procurar aqui mais cedo ou mais tarde. Esperava que fosse mais cedo.
Meu amor, penso que agora és capaz de cuidar de ti mesma e nunca conheci uma rapariga mais forte nem mais independente do que tu.
E isso significa que chegou a altura, a altura de eu partir. Não posso ficar mais tempo sem te converter novamente numa vampira; algo que ambos sabemos que não deve acontecer.
Por favor, perdoa-me. Por favor, esquece-me. Meu amor, não quero ir, mas tenho de o fazer.
Se precisares de ajuda, Damon deu-me a sua palavra em como te protegerá. Ele nunca te magoaria e qualquer que seja a maldade que está a ocorrer em Fell’s Church, não se atreverá a tocar-te se ele estiver perto de ti.
Meu amor, meu anjo, sempre te amarei…» ”

O meu comentário:

L.J. Smith está de volta com o quinto livro das Crónicas Vampíricas onde a história muda um pouco…
Sinceramente eu acho que esta colecção devia ter ficado pelo terceiro volume denominado “Fúria” que acaba com a morte de Elena Gilbert e com a promessa dos dois irmãos Salvatore que iam cooperar um com o outro e auxiliar-se.
Em “Reunião Sangrenta” assistimos a um tentativa um pouco aborrecida de trazer Elena à vida novamente e de lhe dar o final feliz com Stephan.
No entanto, neste romance isso muda completamente…
Aparentemente, passados uns dias do seu renascer dos mortos, Elena esqueceu-se de como se fala, escreve e anda, sendo praticamente como um recém-nascido.
Stephan a pouco lá lhe tenta ensinar novamente aquilo que aprendera há muito tempo e tenta ajudá-la a controlar os seus novos poderes de magia branca.
Como sempre (já chateia um pouco não?) algo maléfico habita em Fell’s Church e anda a pôr as raparigas da cidade malucas e caidinhas por Matt.
O pior de tudo é que os malach, seres maléficos subordinados de dois gémeos mortíferos, controlam Damon e levam-no a fazer um pacto com o gémeo Kitsune e a fazer uma emboscada a Stephan onde o entrega aos inimigos.
Não ficando por aqui, o mais velho dos Salvatore altera o recado deixado pelo irmão à sua amada fazendo com que esta pense que Stephan a abandonou e não quer estar mais com ela.
Elena lá acaba por recuperar a sua consciência e regressar ao estado humano. Agora a sua prioridade é encontrar Stephan e com a ajuda dos seus amigos conseguir afastar mais uma vez o grande mal que anda a assombrar a sua terra.
Este foi um dos livros mais aborrecidos que já li. Uma certa familiar minha que tem unicamente 11 anos de idade gostou imenso e afirma que é um dos seus livros preferidos. Todavia, eu não o achei nada de interessante e a sua leitura até foi muito aborrecida só me apetecendo acabá-lo o mais depressa possível, mas tive de o ler calmamente apesar de não ter vontade nenhuma para poder realizar este comentário e não deixar nenhum livro a meio.
Se gostarem mesmo da colecção e estejam fascinados pelo livro podem comprá-lo, mas aqueles fãs que com a leitura dos meus posts tenham ficado com a ideia que os seus gostos literários são semelhantes aos meus, aconselhava-lhes a não gastar o seu dinheiro.

“E se de repente descobrires que és um vampiro?”

Sem comentários:

Publicar um comentário