Pedido

BOAS LEITURAS!!!

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Série Mortal - "Cerimónia Mortal" de J.D. Robb

Nº de páginas: 263
Preço (Bertrand): 19,03€
Editora: Chá das Cinco
Ano de lançamento: 2010

“Eve Dallas, tenente da polícia de Nova Iorque, é encarregue de uma missão secreta: investigar a morte de um colega. Nunca hesitando em cumprir o dever e colocá-lo acima das lealdades pessoais, ela está pronta para o que der e vier. Mas quando um cadáver é deixado à porta de sua casa, Eve sabe que só com toda a sua força e inteligência poderá sobreviver.
Estará ela preparada para o caso mais complicado e perigoso da sua carreira? Poderá o seu marido, Roarke, ajudá-la quando a jovem começar a questionar as suas crenças sobre o que está certo e errado? É que confrontar a forma mais sedutora de maldade não será fácil… nem mesmo para Eve Dallas”

O meu comentário:

Um livro da série com um caso totalmente diferente dos anteriores o que torna toda a história que se desenrola à sua frente um pouco diferente. Neste caso, esta obra tem como tema principal a magia, tanto a negra como a branca, as Wiccas.
Tudo começa quando um polícia conhecido de Eve aparece morto por um suposto ataque cardíaco, mas que a pouco e pouco começa a ser interligado com magia negra. Isto deve-se a algumas informações dadas pela inocente neta deste que afirma ter presenciado sacrifícios humanos pondo o seu avô a investigar Selena, uma terrível mulher que tem a sua alma tão negra como o seu cabelo, sendo uma das pessoas mais maléficas com que Eve se deparou. Contudo, tudo muda quando Alice aparece morta mesmo depois de se ter encontrado com a tenente Dallas e enquanto estava a ser vigiada por Peabody com o intuito da proteger dos seus inimigos. Outro facto que deixa a mulher de Roarke perplexa é o facto da sua colega afirmar ter visto Alice a falar sozinha pondo-se depois à frente de um táxi acabando por ser atropelada.
Uma coisa que vão achar engraçado em relação a este tema é o facto de Eve não aceitar que existam pessoas que acreditem nestas formas de vida, achando-as a todas malucas e doentias. Contudo, descobrimos que a sua colega e amiga Peabody é uma Wicca e que Roarke, devido às suas origens irlandesas, acredita de certa forma em magia negra. Um facto interessante são as inscrições gravadas na aliança de Eve, que supostamente a protegem do mal que a pode perseguir mantendo-a segura.
Uma obra que vão adorar apesar de já não ter aquele suspense em relação à descoberta do assassino. Porém não se deixem enganar, pois o verdadeiro responsável pode não ser quem pensam.

“Veio para Nova Iorque para ser polícia pois acreditava na ordem. Precisava dela para sobreviver. Tinha tomado as rédeas da sua vida, transformando-se na pessoa que um assistente social anónimo chamara de Eve Dallas…”

NOTA: Informo os leitores do blog que este livro tem partes impróprias não aconselhando o desfrutar das suas páginas a leitores mais frágeis a estes assuntos, principalmente a menores de treze anos que não estão na altura crítica da adolescência e das hormonas

Aqui poderás consultar um excerto da obra

Sem comentários:

Publicar um comentário