Pedido

BOAS LEITURAS!!!

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Saga da Irmandade da Adaga Negra - “Na Sombra do Sonho” de J.R. Ward

Nº de páginas: 662
Preço (Bertrand): 18,50€
Editora: Casa das Letras
Ano de lançamento: 2011

“Em Caldwell, Nova Iorque, a guerra entre vampiros e os seus assassinos agrava-se com o surgimento de um grupo secreto de irmãos – seis vampiros guerreiros, acérrimos defensores da sua raça. Contudo, o gélido coração deste temível e astuto predador aquecerá mesmo contra os seus desejos…
Impiedoso e brilhante, Vishous, filho de Bloodletter, carrega uma temível maldição consigo, a assustadora habilidade de prever o futuro. Foram inúmeras as tormentas e abusos por que passou enquanto crescia no campo de batalha do seu pai e, como qualquer outro qualquer membro da Irmandade, não tem interesse no amor ou em emoções, apenas na luta contra a Sociedade de Lessening. Contudo, uma imprevista injúria mortal torna-o responsável por uma cirurgiã, Jane Whitcomb, levando-o a revelar a sua dor mais profunda e a sentir o verdadeiro prazer pela primeira vez – até que o destino, que ele não escolheu, o leva a um futuro avassalador que não a inclui mais”

O meu comentário:

Depois de ter começado a ler uma outra colecção de Ward, não há nada como regressar aos seis irmãos de sangue pertencentes à Irmandade da Adaga Negra – Wrath, Rhage, Zsadist, Butch, Vishous e Phury – trazendo-nos a Casa das Letras, neste quinto volume, a história do vampiro mais revoltado com a sua vida: Butch, o melhor amigo por quem se sente realmente atraído, está finalmente como Marissa, ouvindo-os, ainda por cima, nos seus momentos mais privados, já que ainda vive nas mesma casa que eles; este tem algumas problemas sexuais gostando de “abusar” de desconhecidos, levando-os para um apartamento que possui só para esse propósito; vive assombrado por nunca ter conhecido a sua mãe e marcado pelos tempos negros em que viveu com o seu pai; possui uma enorme maldição, podendo ver o futuro de quem lhe é mais próximo, sendo essas visões, praticamente sempre de cenas de morte; e, por fim, possui uma mão mortífera, que rapidamente acaba com a vida de um ser vivo.
Certo dia, a Virgem Escriba, uma espécie de deusa deste vampiros, aparece a V revelando-lhe algo que nunca lhe irá perdoar – esta trata-se da sua mãe biológica, tendo-o abandonado devido a um acordo que tinha feito com o seu pai: nos seus três primeiros anos de vida, este cresceria com a sua mãe, sendo depois entregue ao seu pai até ao dia em que fizesse trezentos trinta e três anos, altura essa em que irá regressar aos domínios da sua progenitora, para ter relações com todas as suas Escolhidas, como forma de o número de pertencentes à Irmandade cresça, sendo mais fácil a luta contra os Lessers.
Como seria de esperar, o vampiro implicado não reage nada bem à notícia e, uns momentos depois quando se encontrava a lutar contra os seus inimigos, este é baleado no coração, indo parar a um hospital humano onde é operado por Jane, uma determinada que cirurgiã que não consegue tirar da cabeça.
Assim, este acaba por pedir aos seus irmãos que a levem com eles para a casa da Irmandade, tendo como desculpa o facto de ir precisar de um médico que vele por ele, já que o irmão de Marissa não está muito contente com o grupo de vampiros que lhe “raptou” a irmã.
Ao início, Jane e Vishous não se dão lá muito bem, estando a rapariga sempre com receio da nova raça que descobriu. Porém, a certa altura, estes acabam por se aproximar, ficando o melhor amigo de Butch apaixonado pela primeira vez, esquendo-se completamente dos sentimentos que tinha pelo colega de casa.
Todavia, as coisas não correm sempre bem e alguma coisa tinha que se vir pôr no seu caminho…
Um livro que adorei por diversas razões: temos aqueles momentos apaixonante e sensuais a que a autora já nos habituou; temos o descongelar de um coração de gelo, acabando por descobrir o amor pela primeira vez; temos presente o desenvolver da história dos outros irmãos, deixando-nos a autora em pulgas para que chegue a nossa vez de conhecê-los; podemos continuar a acompanhar mais de perto dois casais já nossos conhecidos – Bela & Zsadist e Marissa & Butch; e já não temos presente aquelas partes específicas onde acompanhamos o Sr. X e tal, sendo essas mesma muito aborrecidas, chegando alguns leitores, pelo que tenho conhecimento, a passá-las à frente.
Boas leituras e que a Irmandade vos proteja!

“Seis guerreiros vampiros, amantes perigosos e irmãos de sangue vêm até si nesta colecção verdadeiramente poderosa. Neste livro é a vez de Vishous”

NOTA: Informo todos os leitores que esta obra pode conter conteúdo sexual que pode ferir a sensibilidade de algumas pessoas. Se se acha preparado para desfrutar das suas páginas a responsabilidade é sua (dirigido aos mais jovens)

Sem comentários:

Publicar um comentário