Pedido

BOAS LEITURAS!!!

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Caçadores de Sombras - "A Cidade das Cinzas" de Cassandra Clare

Nº de páginas: 359
Preço (Bertrand): 20,09€
Editora: Planeta
Ano de lançamento: 2010

"Clary Fray só queria que a sua vida voltasse ao normal. Mas o que é normal quando és um Caçador de Sombras? A tua mãe está em estado de coma induzido por artes mágicas, e de repente começas a ver lobisomens, vampiros e fadas? A única hipótese que Clary tem de ajudar a mãe é pedir ajuda ao diabólico Valentine, que, além de louco, simboliza o Mal – para piorar o cenário também é o seu pai. Quando o segundo dos Instrumentos Mortais é roubado, o principal suspeito é Jace, que a jovem descobriu recentemente ser seu irmão. Ela não acredita que Jace de facto possa estar disposto a abandonar tudo o que acredita e aliar-se ao diabólico pai Valentine… mas as aparências podem iludir"

O meu comentário:

Depois de um final muito ao género d’ «Os Maias», Clary e Jace, não se conformando com a sua relação de parentesco (eles são irmãos), seguem com a sua vida…
Clary afasta-se um pouco do mundo à parte, investindo na sua amizade com Simon, que acaba por progredir para algo mais, sendo os dois jovens uma espécie de namorados.
Contudo, Jace, agora que passou a ser conhecida a sua identidade como o filho primogénito do temível Valentine, tem de enfrentar diversos problemas, levando uma punhalada no coração quando Maryse, a mulher que sempre viu como uma espécie de mãe, lhe vira as costas expulsando-o do seio da sua família. Ainda por cima, este também é visto como algo de mau pela Crave, acabando por ser nomeada uma Inquisidora para o julgar, tendo, ainda por cima, a poderosa mulher contas a ajustar com o seu pai, visto que o culpa pela morta do seu querido filho.
Apesar da vida desde já não andar nada fácil, as coisas ainda pioram mais quando a Cidade dos Ossos é invadida, sendo assassinados os Irmãos Silenciosos por mão do progenitor de Clary e Jace, que, só para ajudar, conseguiu o segundo Instrumento Mortal – a espada – utilizando-a agora como uma forma de controlar os maiores inimigos da sua espécie – os demónios – e, para o fazer, este ainda tem de cometer outro crime mais repugnante – Valentine tem de assassinar uma criança lobisomem, vampira, fada e bruxa, retirando-lhes todo o sangue esfregando-o no seu novo objecto.
Outras mudanças também estão para vir… Quando Clary, Jace, Simon e Isabelle recebem um convite para visitarem a rainha das fadas estes nem imaginavam que a sua vida iria mudar para sempre – tendo caído numa cilada, a jovem ruiva levou aos lábios algo pertence aos subterrâneos, tendo agora de permanecer com os elfos, podendo ser libertada só com uma condição: se lhe for dado o beijo que esta mais deseja, ou seja, se Jace, o seu irmão, a beijar apaixonadamente, coisa que acaba por acontecer à frente de Simon, o seu "namorado". Assim, muito enervado com o sucedido, o jovem mundi parte em busca dos seus velhos "amigos" vampiros, regressando sem vida prestes a tornar-se num filho da noite…
Agora, mais do que nunca, Clary tem de aceitar totalmente esse mundo que a rodeia, tentando ajudar Simon com a sua nova identidade, apoiando Jace nessa altura tão triste e solitária da sua vida, vivendo todos os dias na esperança de notícias da sua adorada mãe…
Quem adorou «A Cidade dos Ossos» como eu adorei, irão ficar totalmente rendidos com este segundo volume. Enquanto que o primeiro nos mostra o florescer de um amor profundo que acaba em desgraça, o segundo apresenta-nos a dificuldade de aceitar o fim da paixão que tanto aquece duas almas destinadas a viver separadas para sempre, não se conformando com o facto, querendo ignorar as suas identidades e fazer o que os seus corações lhes ordenam.

"Caçadores de Sombras cria um mundo onde eu adoraria viver"
Stephenie Meyer

Sem comentários:

Publicar um comentário