Pedido

BOAS LEITURAS!!!

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

“Romance na Toscana” de Elizabeth Adler

Nº de páginas: 333 
Preço (Bertrand): 15,90€ 
Editora: Quinta Essência 
Ano de lançamento: 2009 

“Gemma Jericho é uma médica nova-iorquina a braços com uma filha adolescente que não lhe dá um minuto de descanso e uma mãe que se preocupa com o facto de ela não ter vida própria. Por isso, quando a mãe, Nonna, recebe uma carta informando-a de que recebeu uma misteriosa herança na Toscana, Gemma, a donzela de gelo, arrisca: as três deixam para trás as precauções e partem para Itália em busca de um sonho e de uma nova vida. 
Mas o que as três encontram no paraíso da Toscana não é exactamente o que haviam sonhado. Afinal, a herança de Nonna, uma bela villa a necessitar de obras, pode pertencer a um americano, Ben Raphael. Entre Gemma e Ben surge de imediato uma forte atracção, mas a relação amorosa é abalada pela intensa disputa imobiliária. 
Será o amor de ambos suficientemente forte para resistir a todas as provações? Ou prevalecerá a força dos laços que ligam Gemma, Nonna e Livvie? Gemma terá de escolher entre o homem que ama e a herança da família. E a sua vida nunca mais será a mesma… 

Romance na Toscana é um história de amor arrebatadora, marcada pela beleza daquela região italiana, onde, afinal, todos os sonhos são possíveis” 

O meu comentário: 

OMG! Volto a ficar totalmente invejosa e tristonha com esta autora… 
Há livros e filmes que nos deixam rendidas ao chocolate e a outros doces. Elizabeth Adler deixa-nos apaixonadas pelas paisagens italianas e francesas, dois locais que ainda não tive a felicidade de conhecer (fazer escala no aeroporto de Paris não conta, pois não? :’( ). 
Então pronto, mais uma vez rumei a uma paisagem quase paradisíaca que me deixou com uma enorme vontade de a conhecer: Roma, Florença, a Toscana… Tudo lindo! E o facto do marcador se tratar de um daqueles papéis de identificação das malas quando se viaja é mesmo para nos irritar (se bem que adorei e achei muita piada à ideia). 
Por outro lado, temos um conjunto de personagens fantásticas! 
Logo na família protagonista (Jericho) temos três gerações de fortes mulheres que vivem o amor, cada uma à sua maneira. 
 Nonna, a avó, que viaja rumo à sua terra natal, reencontrando os seus amigos de outrora, estando incluído nesse grupo Rocco, um homem que sempre a admirou no passado, podendo tratar-se do seu marido se nunca tivesse partido para os Estados Unidos com os seus pais. 
Livvie é a mais nova. Não conhece praticamente o amor, tendo sido abandonada pelo pai mesmo antes de nascer e tendo assistido à destruição da sua mãe ao perder um homem que tudo tinha para pertencer à sua família. 
Por fim temos Gemma, uma mulher perto dos quarenta anos que esteve envolvida em dois relacionamentos que não acabaram num feliz para sempre, receando entregar o seu coração novamente. 
Do outro lado, temos personagens como Ben, um americano muito interessante que intriga Gemma e com quem se envolve pela disputa da heraça, e Muffie, a sua filha, que cedo cria laços de amizade com a rebelde Livvie. 
Uma obra que gostei imenso e que me despertou diversos sentimentos: inveja, felicidade, carinho, tristeza, curiosidade… até mesmo fome! 
Aconselho-a totalmente, tal como as outras obras da autora para quem gosta deste género. Não quero é revelar muito o enredo porque assim a história perde a sua piada. Se bem que algumas coisas são um pouco previsíveis, mas são os momentos que levam ao seu desfecho que tornam as coisas mais interessantes. 
Boas leituras e, se puderem, viagem por mim e por todas as meninas que não o podem fazer. 

“Gemma é a donzela de gelo, incapaz de amar um homem… 
Conseguirá Ben Raphael derreter o gelo e conquistar o seu coração empedernido sob o calor da Toscana?”
  
“Colinas cobertas de vinha, campos de girassóis resplandescentes, villas antigas de cores pastel e velhas aldeias de pedra banhadas pelo sol. O paraíso…”

Sem comentários:

Publicar um comentário