Pedido

BOAS LEITURAS!!!

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

“Um Toque de Perversão” de Jennifer Haymore

Nº de páginas: 360 
Preço (Bertrand): 17,95€ 
Editora: Editorial Planeta 
Ano de lançamento: 2011 

“Sophie, a duquesa de Calton, recomeçou por fim a viver. Após sete anos de luto pela perda do marido, Garrett, em Waterloo, casou com o melhor amigo e herdeiro, Tristan. Sophie entrega-se-lhe de corpo e alma até ao dia em que o marido regressa do continente e exige o seu título, as suas terras… e a mulher. 
Agora, Sophie tem de escolher entre o primeiro e o novo amor, sabendo que, seja qual for a sua opção, esta destruirá um dos homens que adora. 
Será Garrett, o seu namorado de infância, cuja perda a ia aniquilando? Ou será Tristan, o amigo querido que se tornou amante, que a apoiou nos últimos anos de luto e que lhe deu a conhecer uma paixão que ela ignorava? Enquanto os dois maridos lutam pelo seu coração, Sophie vê-se envolvida num jogo perigoso – onde as apostas não são só o amor… mas a vida e a morte” 

O meu comentário: 

A minha estreia com Jennifer Haymore não podia ser mais intrigante… 
Logo com a leitura da sinopse uma pessoa fica com uma vaga ideia do que trata a história e do que se irá passar, mas nada nos prepara para os sentimentos que nos percorrem durante a sua leitura. 
Facilmente o leitor é transladado para a pele de Sophie, vivendo as suas inseguranças, tristeza e confusão ao deparar-se com a situação que choca a sociedade – casada com dois homens, descobrindo que afinal nunca foi viúva. Ainda por cima, as condições em que ocorrer o reencontro… Não podia ser mais trágico. 
Depois de Garrett e Tristan estarem cara a cara, a história avança cada vez mais, dando-nos a conhecer a dor e a revolta de cada um deles, dividindo-se os nossos sentimentos [eu, na verdade, sempre torci pelo segundo], doendo-nos, muitas vezes, a alma. 
Não consigo mesmo imaginar como se sentiria se estivesse em tal posição. Realmente, parecendo um pouco “fraca” ao não se ter imposto na questão dos anulamentos, Sophie até foi uma mulher forte não se deixando abater e não enlouquecendo com os seus duplos sentimentos. 
Uma obra que apreciei [gosto mesmo de tortura…] e que me deixou com a pulga atrás da orelha para o volume seguinte - «Um Toque de Escândalo» - protagonizado pelo homem que não foi escolhido para viver no sagrado matrimónio com a jovem. 
Não leiam a sinopse, como eu fiz, porque depois a história perde a sua piada… 
Boas leituras! 

“O que acontece quando uma senhora deseja não um homem, mas dois?” 

NOTA: Informo todos os leitores que esta obra pode conter conteúdo sexual que pode ferir a sensibilidade de algumas pessoas. Se se acha preparado para desfrutar das suas páginas a responsabilidade é sua (dirigido aos mais jovens)

Sem comentários:

Publicar um comentário