Pedido

BOAS LEITURAS!!!

sábado, 24 de agosto de 2013

Série Bridgerton - “Amor e Enganos” de Julia Quinn

Nº de páginas: 384 
Preço (Bertrand): 16,90€ 
Editora: Edições Asa 
Ano de lançamento: 2013 

“Sophie Beckett tinha um plano ousado: fugir de casa para ir ao famoso baile de máscaras de Lady Bridgerton. Apesar de ser filha de um conde, ela viu todos os privilégios a que estava habituada serem-lhe negados pela madrasta, que a relegou para o papel de criada. Mas na noite da festa, a sorte está do seu lado. Sophi não só consegue infiltrar-se no baile como conhece o seu Príncipe Encantado. Depois de tanto infortúnio, ao rodopiar nos braços fortes do encantador Benedict Bridgerton, ela sente-se de novo como uma rainha. Infelizmente, todos os encantamentos têm um fim, e o seu tem hora marcada: a meia-noite. 

Desde essa noite mágica, também Benedict se rendeu à paixão. O jovem ficou até imune aos encantos das outras mulher, exceção feita… talvez… aos de uma certa criada, que ele galantemente salva de uma situação desagradável. Benedict tinha jurado tudo fazer para encontrar e casar com a misteriosa donzela do baile, mas esta criada arrebatadora fá-lo vacilar. Ele está perante a decisão mais importante da sua vida. Tem de escolher entre a realidade e o sonho, entre o que os seus olhos veem e o que o coração sente. Ou talvez não…” 

O meu comentário: 

E pronto, deparei-me com último volume publicado da série no nosso país [calma que há mais cinco para os restantes irmãos]. 
Depois de ter algumas críticas a apontar aos restantes, acho que este livro me surpreendeu cativando mais o meu interesse, apesar das heroínas dos anteriores serem mais o meu género. 
Na verdade, esta obra não me mostrou assim nada de novo já que há pouco tempo li uma obra de Eloisa James que se debruçava no mesmo assunto – uma versão um pouco diferente da história da Cinderella. Contudo, não retirou o interesse a este livro que, desta vez, encontrou um meio termo no decorrer do enredo, havendo tempo para tudo. Claro que uma pessoa se começa a perguntar quando Benedict descobrirá a verdade relativamente à identidade da jovem do baile e quando se aperceberá que quer passar o resto da sua vida com Sophie, mas tal não pode acontecer muito cedo, tendo ocorrido, a meu ver, depois de algum sofrimento, no momento certo. 
Outro facto que achei muito apelativo foi o facto da história nada cliché do encontrar de um membro da nobreza ou mesmo burguesia com alguém dessa família tão afamada, reservando o destino ao segundo irmão [B, lembram-se?] uma criada/bastarda. 
Uma série que já me desperta um maior interesse, aguardando os volumes seguintes, estando um pouco curiosa com o seguinte – sim, confirmei e é mesmo sobre Colin e… tan tan tan … Penelope! – Ainda por cima depois da situação em que se encontram nesta obra. Realmente essa jovem merece um final feliz. 
Boas leituras e até à próxima leitura! [Espero amanhã já dar notícias] 

NOTA: Informo todos os leitores que esta obra pode conter conteúdo sexual que pode ferir a sensibilidade de algumas pessoas. Se se acha preparado para desfrutar das suas páginas a responsabilidade é sua (dirigido aos mais jovens)

Sem comentários:

Publicar um comentário