Pedido

BOAS LEITURAS!!!

quinta-feira, 21 de Outubro de 2010

Saga da Irmandade da Adaga Negra - "Na Sombra do Dragão" de J.R. Ward

Nº de páginas: 434
Preço (Bertrand): 16,35€
Editora: Casa das Letras
Ano de lançamento: 2010

“Nas sombras da noite da cidade de Caldwell, em Nova Iorque, trava-se uma guerra territorial entre vampiros e seus caçadores. Ali, existe um bando secreto de irmãos sem igual - seis guerreiros vampiros, defensores da sua raça. Possuído por uma criatura mortífera, Rhage é o mais perigoso membro da Irmandade da Adaga Negra.
Na irmandade, Rhage é o vampiro com o apetite mais forte. É o melhor lutador, o mais rápido a reagir aos impulsos e o amante mais voraz - pois dentro dele arde uma maldição feroz imposta pela Virgem Escrivã. Refém do seu lado mais obscuro, Rhage receia as vezes em que o seu dragão interior é libertado, tornando-o um autêntico perigo para todos os que o rodeiam.
Mary Luce, uma sobrevivente das teias mais trágicas da vida, é atirada, sem querer, para o mundo vampírico, ficando dependente da protecção de Rhage. Vítima da sua própria maldição fatal, Mary não está em busca de amor. Perdeu a fé nos milagres há muitos anos. Contudo, quando a intensa atracção animal de Rhage se transforma em algo mais emocional, ele sabe que deve ligar Mary a si próprio. E, enquanto os seus inimigos se aproximam, Mary luta desesperadamente para ganhar a vida eterna junto daquele que ama...”

O meu comentário:

O segundo volume desta colecção, quando saiu no início deste ano, que, por acaso, se encontra próximo do seu término, deixou todos os fãs de vampiros e da autora verdadeiramente felizes por poderem reencontrar os seus personagens preferidos e conhecer, desta vez, o personagem Rhage, o homem por detrás da besta, como se poderia dizer.
Rhage, o vampiro da Irmandade que se encontra amaldiçoado, conhece Mary, uma bela humana, que se encontra no final da sua vida devido a uma leucemia à qual dificilmente irá encontrar cura.
Com o passar do tempo que passa com o homem que a compreende e em quem tem toda a confiança ela vai-se apaixonando e magoa a ambos que possivelmente daí a alguma tempo deixaram de poder olhar um para o outro e saber que ali está alguém que os ama e com quem poderão contar acima de tudo.
Outro facto interessante na história é a habilidade de Mary de controlar a besta (o dragão que se liberta do corpo de Rhage). Inicialmente, todos tinham medo daquilo que o vampiros lhe poderia fazer quando se transformasse num verdadeiro animal selvagem, mas isso acaba por não acontecer e chegamos mesmo a descobrir que o outro lado do amaldiçoado também ama a jovem e que pelo contrário só quer protegê-la.
Outra coisa importante para o desfecho da história é a possibilidade que Rhage tem de quebrar a maldição que tanto o transtorna…
Tristemente acaba por chegar o dia em que Mary está muito doente próxima da morte e isso parte o coração do seu amado que não aguenta perder assim a oportunidade de viver com a sua alma gémea. Irá Rhage conseguir salvá-la a tempo? Ou irá Mary perder-se para a eternidade?
Não percas esta colecção que se torna cada vez mais interessante! Vais ver que vale a pena o tempo que passarás a lê-la e se gostares de Sherrilyn Kenyon certamente irás adorar a J.R. Ward.

“Seis guerreiros Vampiros. Amantes perigosos e irmãos de sangue vêm até si nesta colecção verdadeiramente poderosa. Agora é a vez de Rhage”

NOTA: Informo os leitores do blog que este livro tem partes impróprias não aconselhando o desfrutar das suas páginas a leitores mais frágeis a estes assuntos, principalmente a menores de treze anos que não estão na altura crítica da adolescência e das hormonas

Sem comentários:

Enviar um comentário