Pedido

BOAS LEITURAS!!!

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

"O Espírito do Amor" de Ben Sherwood

Nº de páginas: 237
Preço (Bertrand): 14,90€
Editora: Editorial Presença
Ano de lançamento: 2006

“A leitura deste romance de Bem Sherwood deixa-nos uma certeza luminosa – a de que, por vezes, o amor vence a morte. Charlie St. Cloud veio a sabê-lo de duas formas distintas mas igualmente prodigiosas. Primeiro com Sam, o irmão mais novo, depois com Tess, o seu grande amor. Quando um violento acidente de viação leva Sam para o outro lado da vida, Charlie promete-lhe que nunca o abandonará. O laço que une os dois jovens irmãos torna fictícia a fronteira entre a vida e a morte, e possível o seu encontro diário ao longo de treze anos. Tudo poderia ter continuado assim, naquela espécie de limbo em que Charlie abdicava de viver plenamente a sua existência terrena e Sam se recusava a avançar para planos mais subtis para que pudessem permanecer juntos. Tudo poderia ter continuado assim se Tess nunca tivesse aparecido. Mas ela veio, e isso mudou tudo… Charlie apaixonou-se pela sua beleza e entusiasmo, e Tess mostrou-lhe o carácter ilusório do paraíso em que vivia e deu-lhe a conhecer a força avassaladora do Amor. Esta obra inspirou uma adaptação ao grande ecrã com o título «Sempre Que Te Vejo»”

O meu comentário:

Um livro que muito interessante que só fiquei a conhecer graças à adaptação cinematográfica agora nos cinemas nacionais desde algumas semanas com o actor que parte alguns corações Zac Efron.
De facto, apesar da história ser um pouco diferente do que estava à espera, gostei mesmo muito do primeiro e único trabalho de Bem Sherwood publicado no nosso país.
A relação entre Sam e Charlie deixou-me deveras admirada porque, mesmo quando eram mais “novos”, eles basicamente nem discutiam como maior parte dos irmãos fazem.
O triste acontecimento que tirou a vida ao mais novo deixou-me deveras triste, pois não é muito justo ocorrer a morte de uma criança com doze anos de idade. O Sam ainda tinha tanto para viver e descobrir sobre o Mundo e ficou-se por ali…
Quanto à promessa que Charlie fez, na minha opinião, é de lisonjear a forma como ele a cumpriu todos os treze anos desde o seu reacordar para a vida desistindo até da sua segunda oportunidade na Terra para tomar conta da pessoa que mais amou na vida.
Certo dia, quando se encontrava a trabalhar no cemitério, Charlie encontra-se com Tess, uma bela rapariga que sempre tinha admirado a uma certa distância, que tem um grande sonho, dar a volta ao Mundo num barco à vela.
A pouco e pouco estes dois vão-se aproximando e apaixonando e acontece o impensável… Tess trata-se afinal de um espírito tendo perdido possivelmente a sua vida quando o barco virou numa tempestade.
Depois de passarem uma noite juntos a demonstrarem o seu amor, a jovem acaba por desaparecer deixando uma carta referindo que se encontra praticamente transparente e que desejava poder ficar com o amado para sempre não querendo passar para o Paraíso.
Isto leva Charlie a mudar e a enfurecer-se com o irmão por não lhe ter dado oportunidade de conhecer a jovem anteriormente e o prender todos os dias a um terreno restrito para que continue a vê-lo e a brincar com ele.
Um dia, triste com a perda do seu novo e grande amor, o St. Cloud mais velho recebe um sinal que lhe indica onde se encontra o corpo da sua amada não perdendo assim a esperança da procurar. O problema é que, para partir, terá de escolher entre o irmão e a mulher que ama…
Quem irá Charlie escolher? Arrepender-se-á para o resto da sua vida da escolha tomada?
Para saberes a resposta lê esta obra tão interessante ou, se fores mesmo muito preguiçoso, vai lá ao cinema e passa aproximadamente duas horas na companhia deste enredo e destas personagens.

“Ben Sherwood é um escritor admirável, que possui o raro talento de nos transmitir emoções de forma genuína. O Espírito do Amor é uma obra comovente, plena de esperança. É um romance maravilhoso. Uma leitura a não perder”
Nicholas Sparks

Sem comentários:

Publicar um comentário