Pedido

BOAS LEITURAS!!!

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Série Highlander - “Highlander – O Domar do Guerreiro” de Karen Marie Moning

Nº de páginas: 288 
Preço (Bertrand): 17,97€ 
Editora: Saída de Emergência 
Ano de lançamento: 2013 

“Ele nascera num clã de guerreiros de forças sobrenatural, mas Gravael McIllioch abandonara o seu nome e o seu castelo nas Highlands, determinado a escapar ao sombrio destino dos seus antepassados. Ocultando a sua identidade do implacável clã rival que o perseguia, adotou o nome de Grimm para proteger as pessoas de quem gostava, jurando jamais admitir o seu amor pela arrebatadora Jillian St. Clair. Contudo, mesmo de longe, ele velava por ela, e quando o seu pai o intimou com urgência, «Vem por Jillian», ele correu para o seu lado – a competir pela sua mão em casamento. 

Porque fugira ele dela há tantos anos? E para quê retornar agora para a ver oferecida como prémio no jogo manipulador de seu pai? Furiosa, Jillian jurou jamais se casar. Mas Grimm era o homem que ela amava, aquele mesmo que a incitava a desposar outro. Ele procurava simular indiferença enquanto ela o tentava, mas não pôde negar os ferozes desejos que o impeliram a arrebata-la à força do altar. Ela era a única mulher capaz de domar a besta enraivecida dentro dele – ainda que inimigos mortais maquinassem enquanto isso para os destruir a ambos…” 

O meu comentário: 

Uma colecção que já tenho vindo a acompanhar há algum tempo, tendo-se iniciado com o colidir de dois mundos, melhor, séculos, completamente diferentes. 
Contudo, nesta obra a autora não segue o mesmo rumo, apresentando-nos algo completamente diferentes: duas pessoas que se conheceram na infância/adolescência e que sempre viveram atormentadas pelos seus sentimentos que pensaram não ser correspondidos. 
Se têm vindo ler as minhas opiniões nos diversos livros que tenho lido, certamente sabem que gosto imenso quando os escritores seguem esta via, sendo o leitor presenteado com sentimentos mais profundos – uma paixão avassaladora, um sentimento profundo de recusa… – que, por vezes, parece que nos tocam a alma, já que somos logo transportados para o corpo dos personagens. 
Uma obra que gostei e que me pareceu, como já disse, diferentes das anteriores, não nos deixando de trazer aquilo a que estamos mais habituados. 
Só continuo a não compreender a decisão da editora de lançar no mercado esta colecção com os livros totalmente fora de ordem em relação à estabelecida nos Estados Unidos: na verdade este trata-se do segundo livro. 
A sorte é que neste caso não faz muita diferença, por que se não fosse bem assim, a situação seria mais complicada. 
Boas leituras! 

“Apenas o amor dela podia suavizar a sua alma selvagem…” 

NOTA: Informo todos os leitores que esta obra pode conter conteúdo sexual que pode ferir a sensibilidade de algumas pessoas. Se se acha preparado para desfrutar das suas páginas a responsabilidade é sua (dirigido aos mais jovens) 

Aqui poderá aceder a um excerto da obra

Sem comentários:

Publicar um comentário