Pedido

BOAS LEITURAS!!!

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

“Submissa” de Shayla Back

Nº de páginas: 336 
Preço (Bertrand): 17,76€ 
Editora: Chá das Cinco 
Ano de lançamento: 2013 

“Kimber Edgington é uma virgem de vinte e três anos que está apaixonada, desde a adolescência, pela estrela de rock Jesse Mcall. Kimber sabe que estão destinados um para o outro e sonha com um casamento, mas a fama e viagens de Jesse tornaram-no uma celebridade conhecida por todo o tipo de aventuras sexuais. 
Determinada a provar que é uma mulher à altura para Jesse, Kimber recorre à ajuda do guarda-costas Deke Thornton, um amigo de longa data, e implora-lhe que a inicie no mundo do prazer. Embora Deke a avise de que está a brincar com o fogo, aceita, não querendo que a beleza inocente da jovem seja manchada por outros. É então que Deke e o seu amigo Luc dão a conhecer a Kimber as delícias do êxtase. O que Kimber ainda não sabe é que talvez não seja Jesse o homem certo para realizar os seus sonhos, afinal, é Deke quem invade as suas fantasias…” 

O meu comentário: 

Confesso que mal soube do iminente lançamento desta obra fiquei intrigada com a sua leitura depois de ter apreciado «Jogos Perversos». Todavia, a coisa foi um pouco diferente do que estava à espera. 
Esta obra retrata um tipo de relação um pouco estranha que não me cativa em termos de romance – como é possível alguém que ama ser capaz de compartilhar o motivo de toda a sua paixão com outra pessoa? – Esta é a pergunta que coloco constantemente quando me deparo com este tipo de situação. 
O casal em si não me parece mau, mas a existência de um terceiro membro que se mantém quase até ao final altera um pouco as coisas. Felizmente não contém BDSM, senão estava condenado ao fracasso. 
Por outro lado, acho que o livro peca sendo o leitor mergulhado em passagens carnais sem fim. As personagens não podem compartilhar um jantar, nem têm uma conversa que não despolete logo nisso… 
Realmente fiquei desiludida com o que encontrei e esperava mais deste livro. 
Ainda por cima, depois de tanto suspense, a razão de Deke se recusar a amar não é assim nada de muito chocante, sendo este o único que não o vê. 
Não tendo ficado muito satisfeita, não sabendo bem o que vos dizer, despeço-me com a promessa de que vos reencontro daqui a pouco tempo com uma boa leitura, ou pelo menos espero. 
Divirtam-se! 

“Uma delícia perversa da primeira à última página” 
- Lora Leigh, autora da série Breeds 

NOTA: Informo todos os leitores que esta obra pode conter conteúdo sexual que pode ferir a sensibilidade de algumas pessoas. Se se acha preparado para desfrutar das suas páginas a responsabilidade é sua (dirigido aos mais jovens) 

Aqui poderá aceder a um excerto da obra

Sem comentários:

Publicar um comentário