Pedido

BOAS LEITURAS!!!

sábado, 21 de setembro de 2013

“Não Te Conto o Meu Segredo” de Samantha Young

Nº de páginas: 416 
Preço (Bertrand): 16,70€ 
Editora: Lua de Papel 
Ano de lançamento: 2013 

“Traumatizada pelo seu trágico passado, Joss muda-se dos Estados Unidos para a Escócia, onde espera começar uma nova vida. No anonimato da romântica Edimburgo, esconde-se no seu casulo. Durante quatro anos tenta negar as suas dolorosas memórias, refugiada na escrita, no sonho de um dia, finalmente, pôr os seus fantasmas no papel. Mas de repente tudo muda. Obrigada a procurar uma nova casa, descobre um luxuoso apartamento em Dublin Street. E descobre também o desconcertante Braden Carmichael, um carismático milionário, que exerce sobre ela um irresistível fascínio. Joss vê-se numa encruzilhada. Sabe que a atracção entre ambos é imediata, avassaladora. Mas os demónios do seu passado impedem-na de se entregar ao sensual escocês. É então que ele lhe propõe um estranho acordo, que lhes permitirá explorar desenfreadamente a paixão que os une, sem no entanto se envolverem emocionalmente. Joss aceita. E no início acredita, inocentemente, que o acordo vai resultar. Mas a Braden os encontros escaldantes não chegam, quer mais, muito mais, quer tudo. Quer desvendar-lhe todos os segredos, quer pôr-lhe a alma a nu - e está disposto a mudar o que for preciso para tê-la por inteiro” 

O meu comentário: 

Olá a todos! Estou de regresso com uma obra pertencente a um campo contemporâneo e erótico. 
Uma obra que apreciei e que me lembrou um pouco os livros de Sylvia Day e Maya Banks, pertencentes também a este género. 
A história da protagonista é muito marcante, deixando-nos totalmente devastados com a tragédia que a assolou na infância, ficando com grandes marcas – o receio de confiar noutra pessoa e de abrir totalmente a sua alma. 
Um livro que recomendo vivamente a quem gosta do género e a quem teve a infelicidade de experienciar uma situação semelhante à da protagonista. 
Para quem não teve esse azar, pode parecer que é tudo muito fictício e literário, mas com certeza não é bem assim. Eu tive a grande infelicidade de perder uma grande figura quando era mais jovem e sofri imenso. Ainda hoje a relembro com tristeza e uma enorme saudade, e a minha restante família foi o que me levou a aceitar que a vida continua. Agora imaginem o que seria perderem os vossos pais e a(o) vossa(o) irmã(o) repentinamente de uma maneira tão trágica – um acidente de carro. 
Ainda por cima, um ano mais tarde, assistir à “partida” da nossa melhor amiga, responsabilizando-nos pelo sucedido. 
Um livro que recordo por me ter feito pensar, por me levar a acreditar em recuperação e em segundas oportunidades, por me ter feito acreditar no amor… 
Espero que o leiam e partilhem a minha opinião. 
Boas leituras!
[Já agora, não acham piada ao livro em si? A capa foi feita de uma maneira muito criativa]

“Perseguida pelo passado, libertada pela paixão” 

NOTA: Informo todos os leitores que esta obra pode conter conteúdo sexual que pode ferir a sensibilidade de algumas pessoas. Se se acha preparado para desfrutar das suas páginas a responsabilidade é sua (dirigido aos mais jovens)

Sem comentários:

Publicar um comentário